image

Recuperar a cor original dos dentes que foi perdida ao longo dos anos pode fazer uma grande diferença na vida das pessoas. Feito por especialistas e com materiais de altíssima qualidade, o clareamento dental da Oral Unic é seguro, rápido e não causa danos ao esmalte dos dentes. Além de aumentar consideravelmente a autoestima. Você conhece os tipos de clareamento que oferecemos?

Clareamento dental à luz tipo LED: realizado somente em consultório por um profissional através de um equipamento com luz do tipo LED. Essa luz vai ativar o gel que contém o agente clareador, agindo de forma mais rápida que os demais métodos.

image

Clareamento dental a laser: também vai ativar o gel que contém o agente clareador, com a diferença que o laser ajudará na diminuição da sensibilidade causada pelo tratamento. Além disso, o clareamento a laser e à luz de LED são considerados os mais seguros e indicados porque possuem a supervisão constante do dentista, que é responsável por todo o procedimento.

image

Clareamento dental caseiro: apesar do nome, o método deve obrigatoriamente ser realizado com a supervisão de um profissional. A moldeira feita no formato exato da arcada dentária do paciente e o gel clareador são entregues ao paciente para levar para casa, diferente do clareamento a laser. Deve ser usado rigorosamente nos horários estipulados pelo dentista para que atinja os resultados esperados.

image

1. O clareamento dental estraga os dentes?

Ao contrário do que se diz por aí, o clareamento dental não é abrasivo e nem provoca danos aos dentes. Porém, o procedimento não é exclusivamente estético e requer muito critério. É imprescindível que seja realizado por um cirurgião-dentista em seu consultório. Métodos paralelos ou adquiridos em farmácias e supermercados não são confiáveis e podem te trazer grandes prejuízos quanto ao desgaste do esmalte dos dentes e até da dentina. No final, a conta pode ficar muito mais alta. Por isso, é altamente recomendado que você procure a Oral Unic e garanta que seu clareamento seja realizado com total segurança. Acredite, só te trará benefícios!

2. Meus dentes ficarão sensíveis com o tratamento?

Sim, é possível que fiquem. As pesquisas apontam que até 70% dos indivíduos submetidos ao tratamento sentem sensibilidade ao final dos procedimentos. Porém, na maioria das vezes, as dores são leves e passageiras. É importante que o paciente se sinta seguro com relação a isso, pois a sensibilidade não é sinal de que os dentes estão sendo danificados, mas sim que os agentes clareadores estão atuando.

3. Quais tipos de alimentos devem ser evitados durante o tratamento?

Alguns alimentos e bebidas devem ser evitados após o tratamento, porém mais no sentido de diminuir o tempo do tratamento do que trazer riscos para o surgimento de manchas definitivas. Portanto, procure evitar alimentos com corantes artificiais, vinho, café, legumes verdes e molho de tomate. E, principalmente, evitar ao máximo o uso do tabaco. Após o tratamento, esses alimentos são permitidos, desde que seja feita uma boa higiene bucal após o consumo.

4. Quem não pode fazer o clareamento dental?

O clareamento dental deve ser evitado por gestantes, lactantes e jovens com menos de 15 anos, pois nessa idade a anatomia dental ainda não está formada por completo, e isso pode intensificar efeitos da sensibilidade. Para aqueles que não se encaixam nessas categorias, o clareamento dental está permitido, desde que a saúde bucal seja atestada por um de nossos especialistas. Caso necessário, há uma série de procedimentos prévios que nossos dentistas precisam fazer, como tratamento de cáries, gengivite, restaurações com infiltrações, dentes com trincas etc.

5. O clareamento caseiro é menos eficaz que o clareamento a laser?

O clareamento dental deve ser evitado por gestantes, lactantes e jovens com menos de 15 anos, pois nessa idade a anatomia dental ainda não está formada por completo, e isso pode intensificar efeitos da sensibilidade. Para aqueles que não se encaixam nessas categorias, o clareamento dental está permitido, desde que a saúde bucal seja atestada por um de nossos especialistas. Caso necessário, há uma série de procedimentos prévios que nossos dentistas precisam fazer, como tratamento de cáries, gengivite, restaurações com infiltrações, dentes com trincas etc.

6. Quanto tempo dura o clareamento após o término do processo?

O clareamento dental dura, em média, até 2 anos. Existem relatos de casos que duram mais tempo, chegando até 5 anos. Para que os dentes se mantenham brancos por bastante tempo, o paciente deve tomar cuidados com a alimentação e a higiene bucal. O hábito de fumar também prejudica a manutenção dos dentes brancos para quem passou pelo tratamento.

7. Clareamento dental com carvão ativado funciona?

Não há nenhuma comprovação quanto à eficiência. Parece um produto inocente, mas o carvão é um produto extremamente abrasivo, que desgasta o esmalte do dente e o resultado é irreversível. A abrasão ainda pode sensibilizar o dente, causar úlceras e trazer outras possíveis consequências. Não vale à pena correr o risco. Prefira um tratamento com produtos devidamente testados e regulamentados que você só encontra na Oral Unic.

Realizado por: